Criança recorre à Guarda Municipal para não ser mais ser espancada.

Uma menina de oito anos foi até um posto da Guarda Municipal de São Roque pedir ajuda na noite de terça-feira (6). Ela contou aos oficiais que não aguentava mais ser espancada na própria casa. As informações são da TV TEM.
A criança passou por exame de corpo de delito, feito pelo Instituto Médico Legal que comprovaram os hematomas. A menina foi encaminhada para a Casa da Criança.
A polícia vai investigar agora quem seria os responsáveis pelas agressões. Os suspeitos são a mãe dela, Claudete de Moraes, e o pai, Alino Gonçalves, que segundo os guardas, é alcoólatra.
A amante do pai também está entre os suspeitos já que fugiu da residência quando a Guarda Municipal chegou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: