Em Curitiba entre meio barulho de fogos, um corpo tomba crivado de tiros.

Enquanto a 500 metros da rua Luiz Tramontim com a Raimundo Pereira do Amaral, na Vila Sandra, Cidade Industrial de Curitiba, centenas de jovens e adolescentes se divertiam numa festa junina organizada por uma igreja, Jorge Luiz dos Santos, de 31 anos, era assassinado neste cruzamento. O barulho dos doze tiros disparados contra a vítima contrastava com os fogos de artifício do evento junino, por volta das 22h deste sábado (24).
Segundo o Guarda Municipal Zanardini, dois homens em uma motocicleta foram até o local e executaram o rapaz. “Estávamos fazendo um patrulhamento e fomos informados deste baleado. Chegando ao local o rapaz já estava em óbito. Foi em um horário movimentado, mas poucas informações nos foram passadas”,
A lei do silêncio mais uma vez imperou no local. Várias testemunhas passavam pela movimentada via no momento do assassinato, mas ninguém falou nada aos guardas.
O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios. As investigações apontam para um acerto de contas, já que a vítima seria usuário de drogas.
Fogos de artifício de Festa Junina e barulho de tiro se confundem em homicídio na CIC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: