Em Curitiba Guarda faz ação integrada de segurança na boa vista

Vinte e um homens da Guarda Municipal de Curitiba, seis viaturas, seis motos e um módulo móvel estão nas ruas da Regional Boa Vista desde segunda-feira (9). É a Operação Prata, que começou na semana passada no Bairro Novo. Nos próximos meses, a ação se estenderá por todas as regionais da cidade.
Na Regional Boa Vista, onde moram 250 mil pessoas, a operação prossegue até sexta-feira (13), reforçando a segurança nos pontos mais vulneráveis dos bairros. Este era um pedido da comunidade, estamos bem satisfeitos, afirmou Leandro Scrok, que há 15 anos gerencia uma joalheria no Bacacheri.
Ele comentou que, com o crescimento da rede bancária na Avenida Erasto Gaertner, aumentaram também os problemas com a segurança. Por isso, ações ostensivas como esta nos deixam mais tranqüilos, disse o comerciante.
O proprietário de uma loja de colchões que acaba de se instalar no Bacacheri também comemorou. Qualquer iniciativa que vise melhorar a segurança é bem vinda, afirmou Luiz Carlos Alves Pereira.
O empresário concorda que a grande concentração de bancos e comércio atrai fluxo de público, mas também torna a região mais vulnerável. Hoje estamos nos sentindo mais seguros aqui, disse.
A mesma sensação tem a vendedora Gislaine Silva, que trabalha numa loja de bijuterias na região. A tranqüilidade e a segurança aumentam tendo a Guarda tão presente, disse. Os clientes também ficam mais à vontade para comprar.
Jubileu de prata - O inspetor Sicarlos Pereira Sampaio explica que a Operação Prata foi um pedido da população nas últimas audiências públicas realizadas na cidade. Conseguimos reforçar a segurança deslocando efetivos e viaturas de funções administrativas e locais com menor incidência de ocorrências para pontos mais críticos, explica.
A Operação Prata faz parte das comemorações dos 25 anos de operações da Guarda Municipal de Curitiba. O objetivo principal é inibir a ação de criminosos e transmitir confiança e segurança aos comerciantes e à população, trazendo mais tranqüilidade, afirmou o secretário da Defesa Social.
O secretário comentou ainda que as 125 câmeras de segurança que estão atualmente  instaladas na cidade auxiliam a Guarda Municipal em tempo real. Cada uma delas vale pelo trabalho de ronda de oito homens.
Os equipamentos permitem um vídeo-monitoramento constante por uma central de inteligência, o que aponta os pontos mais vulneráveis, numa ação conjunta com a PM. Assim que as câmeras localizam atitudes suspeitas, a informação é imediatamente repassa às equipes táticas, que se dirigem aos locais apontados, explica.
O secretario enfatizou também a importância da participação e apoio da população para garantir o sucesso das ações. Pelo fone 153, recebemos denúncias 24 horas por dia e isso nos ajuda muito a monitorar a cidade, afirmou Chain.
No início do ano, a Guarda Municipal realizou a Operação Abafa, que passou por todas as regionais de Curitiba promovendo reforço na segurança. Durante a operação, 46 ocorrências foram registradas, sendo seis flagrantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: