GCM de Diadema terá frota rastreada

A partir de outubro, as 40 viaturas da GCM (Guarda Civil Municipal) de Diadema terão sistema de rastreamento em tempo real via GPS. O objetivo do sistema é monitorar as unidades em tempo real e agilizar o atendimento às ocorrências. .
Na central de monitoramento de trânsito do município será criado painel que mostrará a localização das guarnições, identificadas com o número do carro e o nome dos guardas. “Quando recebermos um chamado, o operador clica no ícone da viatura e ela já é automaticamente acionada”, explica o comandante da GCM, Emílio D’Ângelo Júnior.
O mapeamento deverá reduzir em até 50% o tempo de chegada dos guardas aos locais das ocorrências. Atualmente, o deslocamento é feito entre cinco e dez minutos, em média. “O painel irá otimizar o trabalho, pois as equipes enviadas serão as que estiverem mais próximas do chamado”, salienta.
A GCM também estuda adquirir aparelhos de GPS ou tablets para auxiliarem os guardas a localizar endereços. Atualmente, apenas 12 viaturas contam com esse dispositivo.
RÁDIOS
A modernização dos equipamentos da guarda inclui a aquisição de novos rádios digitais, que substituirão os 40 comunicadores analógicos em uso. Para o comandante, os aparelhos irão evitar o vazamento de informações a respeito das operações. “O sinal será criptografado. Ou seja, com um rádio comum, de fora, não é possível entrar na rede da GCM. Além disso, a qualidade na transmissão da voz é bem melhor”, garante o comandante.
Os novos rádios também receberão chip de rastreamento, o que possibilitará à central a localização individual dos agentes, mesmo que estejam fora dos veículos. “Se eu coloco um guarda em uma praça, sei exatamente onde ele está, mesmo que em ruas adjacentes.”
D’Ângelo Júnior acrescenta que os localizadores individuais poderão proporcionar mais segurança aos guardas. “Em caso de acidente, por exemplo, se não der para pedir socorro, pelo painel o operador o localiza e envia o resgate ao local preciso.”
A GCM conta com 196 profissionais e, até o fim do ano, deverá receber reforço de mais 50 guardas. A corporação negocia com o governo federal verba para a compra de mais dez automóveis e seis motos.

São Caetano utiliza tecnologia semelhante desde 2011
A única GCM (Guarda Civil Municipal) do Grande ABC que já conta com monitoramento na frota é a de São Caetano. A Prefeitura informa que a tecnologia começou a ser utilizada no ano passado, quando foi inaugurada a Central de Monitoramento 199. O sistema informa aos operadores a localização, velocidade e trajeto percorrido pelas viaturas. Segundo a Secretaria de Segurança, a atualização dos dados é feita em tempo real.
Em Mauá, o Executivo informa que também pretende implantar o rastreamento até outubro. Já a Prefeitura de São Bernardo diz já estar com licitação aberta para criação de sistema de videomonitoramento, o que inclui a implantação de GPS nas guarnições da corporação.
A Guarda de Santo André não possui sistema de rastreamento. A Prefeitura afirma que estão sendo feitos estudos para a utilização da tecnologia, mas não tem prazo para definição. A administração municipal de Ribeirão Pires não se manifestou até o fechamento desta edição. Em Rio Grande da Serra, não existe GCM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: