Em Jundiaí/SP, Homem é preso após tentativa de estupro Entregadora de jornal, de 50 anos, conseguiu pedir ajuda para rapazes que acionaram a Guarda Municipal

O desempregado Jorge Messias Siqueira, 27 anos, foi preso na manhã deste domingo (26), após tentar estuprar uma mulher de 50 anos na avenida Bento do Amaral Gurgel, na Vila Nambi, às 7h30.

Segundo a polícia, uma equipe da Guarda Municipal fazia patrulhamento na avenida União dos Ferroviários, próximo do Terminal da Vila Arens quando foram informados por uma testemunha que um homem havia se escondido no mato, em um barranco nos fundos de uma empresa. Os GMs foram até o local indicado e localizaram o autor.

De acordo com a testemunha, Jorge escondeu-se no mato após ter arrastado uma mulher para o mesmo lugar, porém quando percebeu que a testemunha tinha percebido o que ele ia fazer, soltou a vítima, saiu correndo  para se esconder.

A vítima disse que estava fazendo entrega de jornal no local dos fatos, com sua motocicleta, quando foi abordada pelo suspeito, que mediante ameaça com um canivete, disse que queria a motocicleta e quando percebeu que se tratava de uma mulher, mandou que ela seguisse com a moto até uma trilha, em um matagal, próximo da linha de trem. Segundo a vítima, ele sempre a ameaçava e dizia que iria estuprá-la.

No mesmo instante, uma caminhonete com dois rapazes passava pelo local e a entregadora de jornais fez sinal de ajuda e o autor, quando percebeu que os rapazes estavam voltando, desceu da moto e fugiu, levando consigo a pochete da vítima com documentos pessoais, dinheiro e um aparelho celular.

No ato da fuga, Jorge jogou os objetos roubados, bem como a blusa, o boné e o chinelo que vestia, sendo detido mais tarde pelos guardas municipais. Ele negou que tivesse roubado a vítima, alegando que é trabalhador, porém foi reconhecido pela mesma. Ela lembrou das blusas e lembrou do seu rosto, porque tinha o observado pelo retrovisor da motocicleta.

O autor foi autuado em flagrante e encaminhado para o Centro de Triagem de Jundiaí. A prisão foi comunicada ao Poder Judiciário, ao Ministério Público e a Defensoria Pública. Os pertences da vítima foram apreendidos e devolvidos para a mesma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: