Guarda Municipal de Jundiaí forma condutores de cães

Dez guardas municipais de Jundiaí, dois de Caieiras (na Grande São Paulo) e outros dois de Paulínia (região de Campinas) receberam, na manhã de ontem, os certificados de um curso de formação de condutores de cães, pertencentes ao Canil da Corporação.

Os agentes da GM jundiaiense foram voluntários no evento (que teve carga horária total de 160 horas), e junto com os demais guardas, aprenderam noções de veterinária, legislação específica para uso dos animais farejadores e responsabilidade penal.

Segundo o comandante da Guarda Municipal de Jundiaí, Paulo Sérgio de Lemos Giacomelli Stel (Jacó), o curso foi bastante proveitoso e reforçou a posição da Corporação de referência na região no aperfeiçoamento de GMs. “Este é um trabalho muito útil para a comunidade. Os condutores têm que saber como lidar com os animais e de que forma os cães devem ser posicionados para encontrar drogas, armas e outros objetos durante uma averiguação”, disse Jacó.

O comandante continuou informando que os participantes receberam diplomas e brevês. Estes últimos são escudos para serem fixados nos uniformes. “Fizemos mais uma ação no sentido de capacitar nossos agentes, que foi também uma integração saudável entre homem e animal”.

Criminalidade
Stel aproveitou para valorizar o trabalho dos guardas em Jundiaí, em conjunto com as polícias Civil e Militar, no combate à violência. “Esta capacitação vem de encontro com a melhoria do serviço prestado à comunidade”, ressaltou.

Ele entende que o aumento de sete entre 11 estatísticas criminais, divulgadas esta semana pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) e referentes ao 1º semestre de 2012, na comparação com o mesmo período do ano passado, preocupam, mas são dados sazonais. “O trabalho vem sendo feito corretamente e com muito empenho pela PM e Polícia Civil, com apoio da GM. Nele, vale destacar ainda os constantes investimentos em inteligência policial”.

Trabalho correto
Jacó acredita em migração dos bandidos, quando determinado delito recebe combate mais intenso. “Em certas épocas, os roubos de carga ficam em evidência, mas em outras, o foco passa a ser o combate ao tráfico de drogas. Neste primeiro semestre, por exemplo, não houve registros de latrocínios, que são os roubos seguidos de morte.

O trabalho vem sendo conduzido corretamente e a capacitação dos agentes de segurança é uma das ferramentas para que os cidadãos de bem tenham a segurança que merecem e precisam”, completou o comandante da GM.


Fonte:http://www.jornaldeitupeva.com.br/noticia.php?id=120802130748

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: