O Conselho Tutelar de Catanduva, em parceria com a Guarda Civil Municipal e Delegacia de Investigações Gerais (GCM), realizaram uma operação especial na tarde de ontem

Intitulada “Operação Valquíria”, a ação teve como objetivo tirar adolescentes das ruas, as quais estariam se prostituindo e fazendo uso de entorpecentes.
De acordo com o conselheiro tutelar Marcelo Ono, as adolescentes procuradas pelo CT já foram encaminhadas para casas terapêuticas por várias vezes, mas saíram e continuaram na mesma situação anterior, o que deixa as autoridades preocupadas.
“Essas meninas flagradas serão direcionadas às clínicas, que realmente se recuperem. É um risco de vida para elas e também à população, devido à agressividade dessas pessoas”.
Ele ainda afirma que não são muitos casos, mas os poucos são preocupantes. “Isso se torna um ciclo, pois elas são atendidas e encaminhadas várias vezes às clínicas, mas acabam saindo. O Conselho Tutelar tem feito de tudo para resolver esse problema e infelizmente essas jovens voltam para a rua, prostituição e uso de drogas”.
No final da tarde o Conselho Tutelar informou que uma pessoa foi abordada e levada ao CT, mas ao analisar o prontuário foi verificado que a jovem havia completado 18 anos no mês passado. “Mesmo assim a família foi avisada”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: