LUTO NA NAÇÃO AZUL MARINHO, Morre Guarda municipal que foi atacado a tiros e teve a moto incendiada na Baixada Fluminense, O Assassino é a Amásia.

 
 José Carlos Oliveira nasceu no dia 17/12/68 e foi um dos primeiros a compor a Guarda Municipal de Itupeva, no ano de 1992.

O assassinato foi confessado pela amásia, a desempregada Virgínia Teodoro, 28 anos, que foi presa em flagrante delito.

Oliveira era separado e há cerca de 3 anos morava com Virgínia, na rua Jandira Ferraz, no Parque dos Cafezais II, em Itupeva.

A vítima foi alvejada com a própria arma, um revólver calibre 38, logo que chegou em casa, às 22h30.

Segundo relatos da própria acusada, um primeiro tiro foi desferido na região do pescoço, porém, o projétil transfixou. Ferido e envolto a muito sangue, Oliveira percebeu que a amásia empunhava a arma, apontada em sua direção, e tocando no ferimento implorou para que ela não atirasse mais.

Demonstrando frieza, a acusada declarou: “Ele olhou pra mim e disse: Vi, não faz isso comigo não, por favor”. Foi quando eu atirei mais uma vez e joguei a arma ao lado dele”.

O segundo tiro atingiu a cabeça da vítima. Oliveira chegou a ser socorrido por uma equipe do setor de ambulâncias da prefeitura e levado ao Hospital Municipal “Nossa Senhora Aparecida”, onde chegou morto.


Segundo o GM Mário, subcomandante da corporação, Oliveira era considerado um excelente profissional, de poucas palavras, mas uma pessoa muito educada e de respeito. Tinha 2 filhos de seu primeiro relacionamento.

O crime passional foi registrado pelo delegado Titular de Polícia de Itupeva, dr. Elias Evangelista Junior (escrivão Eric Latorre). O delegado declarou que dois boletins de ocorrências já haviam sido elaborados pela vítima, que alegava estar sendo agredido e ameaçado pela amásia. No revólver foram encontrados dois projéteis deflagrados e quatro intácteis. Virgínia deve continuar presa na Cadeia Pública de Itupeva até a data de seu julgamento.

Velório e sepultamento
O corpo de José Carlos Oliveira foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Jundiaí e deverá retornar para o velório de Itupeva ainda na madrugada de hoje (quarta-feira). O enterro, que contará com honras fúnebres por parte da corporação que fazia parte, deve acontecer às 16 horas, no Cemitério Municipal “Jardim das Flores”


Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: