Manifestação da Guarda Municipal de BH

Cerca 1.000 guardas municipais de Belo Horizonte em greve fecharam a Praça Sete no início da tarde desta quinta-feira (25). A rua Tupinambás, entre a avenida Afonso Pena e rua Curitiba, foi fechada e, segundo a BHTrans
 Reivindicações

As principais reivindicações dos profissionais são: recomposição salarial, reajuste do vale-lanche, melhorias nas condições de trabalho, adicional de risco de 30%, permissão para uso de armas no trabalho e anistia de representantes da classe que teriam sido afastados por envolvimento em movimentos grevistas. O presidente do sindicato da categoria alega que a classe está há quatro anos sem reajuste de salário, fato que é negado pela assessoria de imprensa da corporação.

Resposta
De acordo com a assessoria, "a Guarda Municipal não reconhece estas declarações do sindicato". Em comunicado, a instituição informou que os agentes que faltarem ao serviço estarão sujeitos às sanções disciplinares. Afirmou ainda que os funcionários demitidos foram dispensados não por envolvimento em paralisações, mas sim devido à faltas graves. A Guarda ressaltou também que pretende armar seus agentes e está se adequando às exigências do Estatuto do Desarmamento. Os profissionais serão treinados em testes de tiros e serão emitidos comprovantes de autorização para porte de armas.

video


Guarda Municipal de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, também realizou manifestações.


video
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: