População londrinense sente falta da Guarda Municipal nas ruas

Há três meses, agentes foram retirados das ruas para se dedicarem à segurança dos prédios públicos. Volta às ruas é meta, mas sem prazo.

Três meses depois de a Guarda Municipal de Londrina ter saído das ruas da cidade para fazer a segurança dos prédios públicos, a população que frequenta a área diz se sentir mais insegura e quer a volta dos agentes.

 O secretário de Defesa Social, coronel Rubens Guimarães, afirma que a prioridade é o patrimônio público, mas, sem previsão de prazo, equipes da Guarda vão ser recolocadas às ruas para atuar em apoio à Polícia Militar.

 O delegado da Polícia Federal da superintendência de Curitiba e coordenador do Núcleo de Pesquisa em Segurança Pública e Privada da Universidade Tuiuti do Paraná, Algacir Mikaloviski, defende que a Guarda Municipal é essencial para a segurança pública e, mesmo tendo como prioridade a preservação do patrimônio público - por atribuição constitucional-, deve atuar como força policial.
www.jornaldelondrina.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: