Em Curitiba PR, Bairro Sítio Cercado ganha videomonitoramento interativo


O bairro Sítio Cercado ganhou um sistema de video monitoramento mais moderno. São 27 câmeras com tecnologia digital, das quais 14 giram 360 graus, o que aumenta a área de alcance. Além disto, o sistema conta com interfones acoplados aos postes em que as câmeras estão instaladas. Eles ficam à disposição da população para que haja comunicação instantânea entre os moradores e a central de videomonitoramento.

“Nestes pontos, as pessoas podem falar diretamente com a Guarda Municipal, fazer uma denúncia, principalmente numa situação de risco. O fato de existir a imagem, o áudio e a possibilidade de uma pessoa acionar o alarme já configuram um passo muito importante”, comentou o prefeito Gustavo Fruet, em visita ao local.

O novo sistema de monitoramento no Sítio Cercado começou a operar em sua plenitude no final de março, após quase quatro meses de testes. Ele está interligado a uma Central de Controle Operacional (CCO) própria, instalada no mesmo bairro.

No Alto da Glória, no entorno da igreja Perpétuo Socorro, desde o ano passado há três câmeras que utilizam a mesma tecnologia, com imagem e som 100% digital, zoom e possibilidade de comunicação entre a população e a Guarda Municipal. Estas estão ligadas ao CCO da Praça Osório.

“A importância desse sistema é que nós (Guarda Municipal) conseguimos ficar mais próximos da população. As pessoas estão sendo monitoradas e policiadas nas ruas e isso significa segurança”, explicou o diretor da Guarda Municipal, inspetor Cláudio Frederico de Carvalho.
A partir do momento em que um cidadão pressinta uma situação suspeita, ele pode tocar o botão e acionar o guarda municipal. Com apenas um zoom na câmera, este identifica rapidamente a situação. “Se houver necessidade, encaminhamos uma viatura até o local imediatamente. É um ganho para a população”, diz o inspetor.

Tecnologia
O novo sistema, recém instalado no Sítio Cercado foi viabilizado graças a um convênio firmado entre a Prefeitura de Curitiba e o Ministério da Justiça, através do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania, no valor de R$ 545 mil.
Cada uma das novas câmeras, que têm abrangência de 360 graus e visão noturna, equivale ao trabalho de ronda de oito homens. As imagens captadas ficam armazenadas em uma central e podem ser usadas pelas demais forças de segurança, Ministério Público e Poder Judiciário, na elucidação de crimes, condenações e busca por foragidos.

Os novos equipamentos permitem mais riqueza de definição e uma capacidade maior de abrangência de imagens. Eles utilizam conectividade hibrida (rádio e fibra óptica) com intercomunicação dos locais monitorados com a Central de Operações e ainda uma possibilidade de operação via Tablet 3G.
Fonte:http://www.bemparana.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: