Câmara aprova armamento da Guarda Municipal de Campo Grande MS

A lei que permite o uso de armas pela Guarda Municipal foi aprovada por unanimidade pela Câmara Municipal de Campo Grande.
Presidente da Comissão Permanente de Segurança Pública, Otávio Trad (PTdoB) considera relevante de que agora, com a utilização de armas, a guarda pode cumprir de fato o seu dever institucional de proteger e zelar pela segurança do patrimônio público, bem como a proteção dos munícipes no auxilio e cooperação com o trabalho das polícias Civil e Militar. Otávio Trad ressaltou que o projeto de lei foi amplamente discutido entre a categoria e as instituições envolvidas durante as audiências públicas em que o tema foi abordado.

O vereador destacou a viagem que fez à Dourados para conhecer o trabalho desenvolvido pela Guarda do município, que hoje serve de referência para elaborar o plano estrutural de atuação dos guardas campo-grandenses.

“Depois de conhecer a Guarda Municipal de Dourados, que conta com um efetivo de apenas 160 guardas, percebi que Campo Grande estava muito atrás do que poderia fazer para contribuir com a segurança da cidade, mesmo contando com mais de 1300 em seu efetivo. Agora, depois do devido treinamento prático e avaliação psicotécnica por que vão passar os guardas, a sensação de segurança por parte da população será maior”, afirmou Otávio.

Segundo a assessoria de imprensa do vereador, Otávio Trad ressaltou que durante as eleições municipais de 2012, muito foi prometido pelos candidatos à prefeito - inclusive por Alcides Bernal (PP) que foi o eleito - , da necessidade de dar mais estrutura e melhores condições de trabalho para a Guarda Municipal e espera que tais promessas não fiquem somente no discurso, mas que se reflitam em ações concretas para uma boa atuação desta categoria.

“Quero fazer minhas, as palavras de um delegado que se pronunciou durante a audiência pública quando a proposta estava sendo debatida. Educação e saúde, que assim como a segurança pública, são responsabilidade do poder público, até podem ser compensadas pela iniciativa privada, tendo em vista a grande quantidade de instituições de ensino, hospitais e planos de saúde particulares. Mas segurança, não”, disse o vereador.

O vereador Coringa também utilizou da tribuna na sessão de ontem, para dar sua opinião sobre o armamento da Guarda Municipal. Ele se mostrou a favor do projeto de lei para e citou também a cidade de Dourados que já trabalha dessa forma com muito êxito.

“Estive em dourados e visitei a Guarda da Municipal da cidade, vi que são profissionais muito bem capacitados e que contribuem muito com a segurança da cidade”, disse Coringa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: