Nova Odessa antecipa câmeras para barrar furto da 'marcha à ré' em lojas


 
A Prefeitura de Nova Odessa (SP) anunciou a instalação de 10 câmeras de vigilância eletrônica em trechos movimentados da cidade. A implantação do sistema, que deve começar a operar em três meses, foi antecipada após a ocorrência de uma série de ataques a lojas da região central.

Estabelecimentos têm sido vítimas da chamada "gangue da marcha à ré", que utilizada carros para arrombar portas e vitrines para praticar furtos. Na madrugada de domingo (5), outros três comércios foram danificados por veículos na cidade.

A central de monitoramento das imagens será instalada na nova sede da Guarda Municipal (GM), localizada na Praça Ângelo Paulon, de acordo com o diretor comandante da corporação Robson Fontes Paulo. O valor do investimento no projeto não foi informado pela Prefeitura.



Entre os pontos que receberão as câmeras estão dois cruzamentos da Avenida João Pessoa com as ruas Carlos Botelho e Rio Branco. Os locais, segundo a assessoria da Prefeitura, foram incluídos por determinação do prefeito Benjamim Vieira de Souza, o Bill (PSDB), que atendeu pedido da Associação Comercial e Empresarial.

Representantes da Prefeitura, do comércio e das polícias Civil e Militar discutiu o assunto em reunião nesta segunda-feira (6). "Vamos atuar de forma integrada para garantir a segurança dos comerciantes", disse o comandante da GM. Ficou definido ainda o reforço do patrulhamento na cidade, principalmente à noite e aos finais de semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: