Nós Guardas municipais não precisamos pedir pec disso pec daquilo, basta que todos os Guardas do Brasil entreguem suas armas para nossa presidenta (simbólicamente) e ficarmos trabalhando apenas administrativamente, não somos nós que vamos pedir a aprovação da pec e sim a população.

MP recomenda que Guarda Municipal volte a atuar em ruas de cidade do PR.

Os 34 guardas de Umuarama realizam apenas serviços internos há 2 meses.
Segundo a prefeitura, eles só voltam às ruas após receber o porte de arma.

O Ministério Público (MP) do Paraná recomendou a Prefeitura de Umuarama, na região noroeste, que recoloque para trabalhar nas ruas os 34 funcionários da Guarda Municipal da cidade. Atualmente, os guardas realizam apenas serviços internos, como monitoramento das 10 câmeras de segurança distribuídas pela cidade.
Após verificar que a Guarda realizava apenas serviços administrativos, o MP optou por notificar o município - com prazo de cinco dias para o cumprimento. O prazo venceria nesta quinta-feira (15), mas, como se trata de feriado municipal, com recesso na sexta-feira (16), a prefeitura informou que vai encaminhar uma resposta apenas na segunda-feira (19).

O trabalho adminsitrativo dos guardas começou há dois meses, em junho, após o próprio MP exigir que o efetivo da Guarda Municipal fizesse a segurança do município desarmado. Segundo o órgão, o motivo da determinação foi que os agentes não tinham autorização legal de porte de arma. De acordo com a procuradoria do município, à época, a documentação referente ao curso que os agentes realizaram para manipular as armas só ficaria pronta em cinco meses - razão pela qual os serviços de rua foram suspensos.

Em virtude disso, o MP entrou com a medida de recomendação por entender que compete à Guarda Municipal outras atividades específicas estipuladas em lei, como a segurança interna e externa de prédios públicos, vigilância de mercados e feiras livres, fiscalização do tráfego de veículos nas ruas da cidade, e combate ao vandalismo. “Assim como a lei de desarmamento diz que qualquer cidadão precisa ter porte de arma, a legislação dos guardas municipais defende o mesmo princípio”, esclarece o promotor Fábio Hideki Nakanishi.

No entanto, a prefeitura discorda dessa decisão. “Não tem como colocar a pessoa em determinada área, só em bem público, porque pode ocorrer alguma situação fora desse prédio e a pessoa não vai poder atuar, só vai poder ver”, contesta o secretario de Defesa Social do município, Paulo Roberto Fernandes. Ainda segundo o secretário, os agentes só devem ser liberados após a liberação do porte de arma.
http://g1.globo.com/pr/norte-noroeste/noticia 

Conheça mais sobre as Guardas municipais de todo Brasil, assista nossos vídeos no link abaixo:
 http://www.youtube.com/user/Reginaldo890/featured?view_as=public

Um comentário:

  1. Boa tarde.Eu concordo que as Guardas hoje não tem que ficar pedindo
    nada,é só para de fazer o serviço que hoje a maioria das Guardas fazem que as autoridades vem correndo pedir que nós voltemos a fazer o serviço,pois as policias militares e civis não vivem mais sem as Guardas e isto é fato não é boato.Nós hoje temos os nossos espaços garantidos sem precisar ficar brigando com ninguém.Estamos aqui para unir forças e não para ficar discutindo de quem é a competencia.

    ResponderExcluir

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: