Em audiência pública, Guardas Municipais, solicitam função de agente de trânsito para a categoria, Parabéns aos sindicatos Sismuc e Sigmuc, que fizeram um bom trabalho ao representar a categoria.

Em audiência pública, guardas solicitam função de agente de trânsito para a categoria


Servidores participaram ativamente da audiência.

Os Guardas Municipais marcaram presença na câmara dos Vereadores de Curitiba nesta quarta-feira (25) para participarem da audiência pública que discutiu a criação do cargo de agente de trânsito pela Prefeitura. Os profissionais cobram que o cargo seja incorporado à guarda, o que representaria a abertura de concurso público e investimento na corporação.



Além de alguns vereadores e dos guardas, a audiência teve a presença da secretária de trânsito de Curitiba, Luiza Simonelli. Ela fez a apresentação da proposta que transfere a responsabilidade de fiscalização do trânsito da URBS para a Setran. Os guardas se posicionam contrariamente à criação do cargo.



Entre os argumentos, o fato de que a guarda já faz essa fiscalização, sem receber o devido reconhecimento para isso. "A guarda já coordena o trânsito na frente das escolas e em outros locais. Temos capacidade para desempenhar esse papel. Nos perguntamos porque a Prefeitura, que desde o começo do ano diz que está sem dinheiro, quer criar outro cargo quando pode transferir este papel para a guarda", argumenta Edilson Melo, coordenador do Sismuc e guarda municipal.



Além disso, os guardas defendem que a incorporação do cargo às funções da categoria seria benéfica para a população. O argumento se baseia no fato de que os servidores receberiam e desempenhariam o poder de polícia administrativa, garantindo mais segurança no trânsito.


Foram também citadas cidades onde a guarda desempenha este papel. Além de cidades menores, como São José dos Pinhais, algumas das maiores cidades do país possuem guardas municipais atuando como agentes de trânsito. É o caso do Rio de Janeiro e de Belo Horizonte.


Os vereadores presentes se posicionaram de forma favorável a reivindicação - da forma sugerida pela guarda, diretamente, ou através de um possível convênio entre Guarda Municipal e Setran. Foi encaminhado que a votação, marcada para a próxima segunda-feira (30), seja adiada mais uma vez, para que a solicitação dos servidores seja estudada.

Autor: Bruno Zermiani
http://sismuc.org.br
_________________________________________________________________________________________


Foto: A reunião realizada na noite desta quarta-feira (25), na Câmara Municipal, possibilitou que a votação do projeto de criação do cargo de agentes de trânsito, seja adiado por mais algumas sessões, por sugestão dos vereadores presentes.
O debate foi promovido pela intervenção do SIGMUC,como forma de ampliar o debate sobre a Guarda Municipal atuar no trânsito da Cidade.
 A polêmica começou com mais um passo do Executivo no sentido de prosseguir com a transferência das competências de fiscalização do trânsito, da Urbs para a secretaria municipal do Trânsito (Setran), criando nova estrutura, com a abertura de mil vagas.
O projeto estava na Ordem do Dia de segunda-feira (23), mas foi retirada da pauta após acordo entre as lideranças partidárias.
Este adiamentopor três sessões, foi em virtude de reunião entre vereadores, o assessor técnico legislativo da Prefeitura de Curitiba, Paulo Valério, Luiz Vecchi e Rejane Soldani, presidente e tesoureira do Sindicato dos Guardas Municipais de Curitiba (SIGMUC).
Após diversos questionamentos, principalmente dos guardas municipais presentes e dos representantes sindicais que apoiam a atuação da Guarda Municipal no trânsito,por sugestão do vereador Serginho do Posto, surgiu o encaminhamento para que o tema não seja posto na pauta da próxima segunda-feira (30). Carla Pimentel (PSC), Chico do Uberaba (PMN) e Professora Josete (PT), que permaneceram até o final da audiência, endossaram o novo adiamento para aprofundar o debate.
CREDENCIAMENTO DOS GUARDAS MUNICIPAIS
O Sindicato e toda categoria defende o credenciamento dos guardas municipais,para que juntamente com os atuais 355 agentes de trânsito, possam trabalhar nas atividades de fiscalização e educação do trânsito da cidade.
O presidente do SIGMUC, GM Luiz Vecchi, defendeu que na cidade do Rio de Janeiro, por exemplo, a fiscalização é feita pela guarda municipal do município, mediante convênio com a secretaria estadual de Segurança Pública.
Estavam presentes:Marcos de Bem e Ivan Domingues dos Santos, presidente e vice do Sindicato dos Operadores de Transporte Escolar de Curitiba (Sindotec); Marcelo Araújo, membro da Comissão de Trânsito da seção regional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); Luís Antônio Biazetto, da União Geral dos Trabalhadores (UGT); membros dos sindicatos da Polícia Federal e da Polícia Civil; superintendente da secretaria municipal de Recursos Humanos , Christian Luiz da Silva; Valdir Mestriner, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Urbanização do Estado do Paraná (Sindiurbano); guardas municipais e agentes de trânsito.
Os vereadores Tico Kuzma, PierPetruzziello, Geovane Fernandese Felipe Braga Côrtes Cristiano Santos , Tiago Gevert   e Rogério Campos  se manifestarem a favor da incorporação da função de agente de trânsito pela Guarda Municipal.
A reunião realizada na noite desta quarta-feira (25), na Câmara Municipal, possibilitou que a votação do projeto de criação do cargo de agentes de trânsito, seja adiado por mais algumas sessões, por sugestão dos vereadores presentes.
O debate foi promovido pela intervenção do SIGMUC,como forma de ampliar o debate sobre a Guarda Municipal atuar no trânsito da Cidade.
A polêmica começou com mais um passo do Executivo no sentido de prosseguir com a transferência das competências de fiscalização do trânsito, da Urbs para a secretaria municipal do Trânsito (Setran), criando nova estrutura, com a abertura de mil vagas.
O projeto estava na Ordem do Dia de segunda-feira (23), mas foi retirada da pauta após acordo entre as lideranças partidárias.
Este adiamentopor três sessões, foi em virtude de reunião entre vereadores, o assessor técnico legislativo da Prefeitura de Curitiba, Paulo Valério, Luiz Vecchi e Rejane Soldani, presidente e tesoureira do Sindicato dos Guardas Municipais de Curitiba (SIGMUC).
Após diversos questionamentos, principalmente dos guardas municipais presentes e dos representantes sindicais que apoiam a atuação da Guarda Municipal no trânsito,por sugestão do vereador Serginho do Posto, surgiu o encaminhamento para que o tema não seja posto na pauta da próxima segunda-feira (30). Carla Pimentel (PSC), Chico do Uberaba (PMN) e Professora Josete (PT), que permaneceram até o final da audiência, endossaram o novo adiamento para aprofundar o debate.
CREDENCIAMENTO DOS GUARDAS MUNICIPAIS
O Sindicato e toda categoria defende o credenciamento dos guardas municipais,para que juntamente com os atuais 355 agentes de trânsito, possam trabalhar nas atividades de fiscalização e educação do trânsito da cidade.
O presidente do SIGMUC, GM Luiz Vecchi, defendeu que na cidade do Rio de Janeiro, por exemplo, a fiscalização é feita pela guarda municipal do município, mediante convênio com a secretaria estadual de Segurança Pública.
Estavam presentes:Marcos de Bem e Ivan Domingues dos Santos, presidente e vice do Sindicato dos Operadores de Transporte Escolar de Curitiba (Sindotec); Marcelo Araújo, membro da Comissão de Trânsito da seção regional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); Luís Antônio Biazetto, da União Geral dos Trabalhadores (UGT); membros dos sindicatos da Polícia Federal e da Polícia Civil; superintendente da secretaria municipal de Recursos Humanos , Christian Luiz da Silva; Valdir Mestriner, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Urbanização do Estado do Paraná (Sindiurbano); guardas municipais e agentes de trânsito.
Os vereadores Tico Kuzma, PierPetruzziello, Geovane Fernandese Felipe Braga Côrtes Cristiano Santos , Tiago Gevert e Rogério Campos se manifestarem a favor da incorporação da função de agente de trânsito pela Guarda Municipal.
Fonte: https://www.facebook.com/sigmuc

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: