Guarda Municipal do Rio Preto da Eva decreta greve por tempo indeterminado.

Nesta sexta-feira (13), os trabalhadores e trabalhadoras da Guarda Municipal do Rio Preto da Eva, no Estado do Amazonas, entrarão em greve por tempo indeterminado até que a prefeitura atenda as reivindicações da categoria.  

Fernandez da Silva, presidente em exercício do Sindicato dos Servidores Públicos do Rio Preto da Eva e Salomão Marival, presidente do Sindicato da Guarda Municipal, ambas as entidades filiadas a União Geral dos Trabalhadores (UGT), no Amazonas, estiveram nesta quarta-feira (11) reunidos com o presidente da UGT-AM, Nindberg Barbosa dos Santos e informaram que a categoria decidiu pela greve depois de ter tentado de todas as maneiras, mas sem sucesso, avançar com suas reivindicações junto ao prefeito Luiz Carlos Chagas.

  As reivindicações da categoria são: Retroativo da periculosidade, fardamento, melhoria nas condições de trabalho, retroativo do adicional noturno, cursos de capacitação, reajuste salarial de 15%, entre outros.


Fonte: UGT - 12/09/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: