Guarda Municipal de Aracajú comemora seis meses de criação da Rondac

Preocupada com o índice cada vez mais crescente de roubos, furtos e outras ações de marginais nos terminais de integração da capital, a Guarda Municipal de Aracaju (GMA) criou no início de março - deste ano - um grupamento com ações voltadas exclusivamente para esses ambientes da cidade.

A Ronda da Capital (Rondac) tem um efetivo de 60 guardiões e presta apoio a sociedade, equipada por duas viaturas com atuação nos seis terminais da capital;  e atende aos apelos dos usuários do transporte público, baseada nas estatísticas da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE), através da divisão de combate a assaltos a ônibus.

Todos os dias, oito guardas municipais (GMs) se revezam para garantir aos passageiros uma viagem tranquila e segura até os seus destinos e após seis meses de estabelecida, a Rondac divulga um balanço de suas ações, com número de prisões, apreensões e outros dados.

Balanço

Até o momento, os terminais da Avenida Visconde de Maracaju e DIA concentram 58% das ocorrências atendidas pela Rondac. 85% das ações dos criminosos acontecem à noite, sendo o porte de arma branca, roubo ou furto, e porte ou tráfico de drogas, respectivamente, as mais comuns. Em média, seis flagrantes ao mês culminam em prisão ou apreensão de adolescentes em conflito com a lei.

Após a implantação da Ronda, houve uma diminuição dos delitos praticados nos terminais e em seus arredores. Em maio, por exemplo, foram registrados dez flagrantes e em setembro, o número caiu para três. No mesmo mês, oito pessoas foram presas ou apreendidas, já em setembro apenas três.

O tráfico de drogas também tem sido fortemente combatido, através do policiamento ostensivo preventivo, ação esta que inibe a atuação dos traficantes. E de acordo com o coronel Enilson Aragão, Diretor Geral da GMA, o sucesso da Rondac se dá por vários motivos.

Os resultados alcançados pela Rondac se dão por conta do preparo e da instrução continuada a que seus integrantes são submetidos, do esforço e comprometimento de toda a equipe, bem como da parceria com a população aracajuana e em especial os usuários do transporte coletivo que tem se mostrado solícitos no que tange às reclamações e denúncias da prática criminosa, revela.

O coronel Enilson disse ainda que a segurança nos terminais está sendo ainda mais reforçada. Com a chegada de mais 147 novos guardas, pudemos aumentar a segurança nos terminais. Desde o dia 1° de outubro, todos os terminais da capital contam com três GMs por turno de segunda a sexta-feira. Aos sábados e domingos são dez nos terminais da Atalaia Velha, DIA e zona oeste. A partir da próxima semana haverá um acréscimo no grupamento da Rondac que passará de 60 para 70 GMs, e em breve, após a finalização da licitação estaremos recebendo 30 novos veículos que assegurarão uma maior eficiência em nossas ações, conclui.

Preparação

Com instruções teóricas e práticas o GM é preparado para atuar frente às mais diversas situações. Tendo como destaque as capacitações em Direito Penal, Técnicas de Abordagem, Abordagem a veículos, defesa pessoal, utilização de armamento letal e não-letal e prática de tiro policial. Todo o preparo é realizado de forma dinâmica e passa por diversas áreas do conhecimento.
Outra ação que deu resultado foi a distribuição de panfletos contendo dicas de segurança. Um trabalho preventivo que orienta os usuários a minimizar os riscos de ser vítima de furtos e assaltos nos terminais, nos pontos e nos ônibus.

 http://www.faxaju.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: