Casal se nega a pagar passagem de filha e agride cobrador com deficiência física

Um cobrador, que anda com o auxílio de muletas, foi agredido por um casal de passageiros que estava com uma criança. De acordo com a ocorrência, o cobrador desconfiou que a criança, que estava com o casal, tinha mais de 5 anos e, por isso, teria que pagar a passagem. Foi então que o casal começou a discutir com o trabalhador.

O supervisor Marcos da Guarda Municipal. “Durante a briga, o cobrador foi empurrado da estação-tubo e os vidros estilhaçaram”, contou. O trabalhador sofreu cortes nos braços, foi atendido pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) e passa bem.

De acordo com o boletim, a mulher também teria agredido o cobrador. Não há informações sobre qual a deficiência do trabalhador, no entanto, a GM confirmou que ele se locomove por meio de muletas.

Todos os envolvidos foram encaminhados ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul). O homem assinou Termo Circunstanciado (TC) e foi liberado.
http://www.bandab.com.br/jornalismo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: