Homem casado com travesti troca socos com ‘esposa’ e é enquadrado na Maria da Penha

A Guarda Municipal (GM) foi acionada para acalmar os ânimos de um casal que discutia bastante dentro de casa no Centro de Curitiba. O que era uma ocorrência rotineira despertou a curiosidade daqueles que acompanharam o caso: as brigas aconteciam porque o homem era bastante ciumento e a mulher, na verdade, é um travesti. Eles vivem juntos há cerca de dois meses.

Por volta das 20h30, vizinhos de um prédio que fica da Travessa Tobias de Macedo, próximo a Igreja da Catedral, escutaram gritos e pedidos de socorro que vinham de um apartamento próximo. Eles acionaram a GM, que foi até o apartamento para apaziguar a briga, já que o homem estava bastante violento. O motivo da briga seria o ciúme excessivo do marido de 32 anos.

Ele foi encaminhado a Delegacia da Mulher e o travesti resolveu prestar queixa contra ele, que foi aceita pela delegacia. De acordo com o supervisor Aparecido da Guarda Municipal, várias pessoas estavam em frente ao local e o casal chamava bastante a atenção. “Os dois brigaram e chegaram a trocar socos, ambos se agrediram. Mas ele será enquadrado na Leia Maria da Penha porque mesmo sendo travesti, eles têm união estável. Estava um tumulto e tivermos que encaminhar os dois o mais rápido possível para a delegacia”, contou.

Além das agressões, o homem pode responder também por ameaça de morte, já que prometeu tirar a vida do companheiro travesti.
http://www.bandab.com.br/jornalismo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: