Claudio Frederico de Carvalho (Diretor GMC), em entrevista exclusiva à Folha Dirigida.

O concurso para a Guarda Municipal de Curitiba, que vai abrir 400 vagas de nível médio, estava previsto para ser divulgado ainda em setembro, mas essa previsão não será cumprida. O diretor da corporação, Claudio Frederico de Carvalho, em entrevista exclusiva à Folha Dirigida, revelou que a Procuradoria Geral do Município e a organizadora, a Universidade Federal do Paraná, ainda estão trabalhando para que o contrato seja firmado. A organizadora ainda está fazendo as alterações finais no edital.

Enquanto isso, os candidatos devem manter os estudos. Segundo Claudio Frederico, as etapas da seleção serão as mesmas do último concurso, de 2008: prova objetiva, teste de aptidão física, investigação de conduta e avaliação psicológica. Ele deu detalhes sobre o concurso, contratações e promoções, além do dia a dia do cargo de guarda municipal. E orientou a preparação dos candidatos: "O ideal é que eles conheçam bem a Constituição, o Estatuto do Desarmamento, a Lei Maria da Penha e o Estatuto Geral das Guardas Municipais". Para o sucesso nas provas, o comandante aconselha: "A calma é que vai trazer o resultado positivo". 
Folha Dirigida - O que falta para o edital ser publicado? A previsão ainda é de que saia este mês? Até que dia?
Claudio Frederico de Carvalho - O que está faltando agora são os últimos desembaraços da área jurídica. A Procuradoria Geral do Município está em parceria com a organizadora, avaliando os critérios para o contrato ser celebrado. A partir daí é que teremos a abertura do procedimento. Não temos um dia certo. Primeiro, vamos fechar o contrato, passar pelo RH para ter o edital. Creio que neste mês não feche, porque eles avaliam tudo e esclarecem as dúvidas. 
Esse concurso prevê, inicialmente, o preenchimento de 400 vagas. Mas está previsto desde 2013. Essa demora não agravou a carência? As 400 vagas vão suprir a necessidade atual da Guarda? Ou precisaria mais?
 
Não existe previsão para mais que isso. As 400 vagas vão atender às necessidades emergenciais.  
A Guarda vai formar cadastro de reserva? Ao longo da validade, os aprovados além das 400 vagas poderão ser convocados?
Temos que aguardar a realização do edital. O RH que vai observar a necessidade de formação de cadastro. 
Qual a previsão para início das convocações?
Não temos, só a partir do contrato firmado efetivamente é que vamos ter uma ideia de prazo.
Além da escolaridade de nível médio, quais os outros requisitos que o candidato a guarda precisa ter?
Segundo o que está estabelecido no Estatuto Geral das Guardas Municipais, nacionalidade brasileira, maior de 18 anos e bom condicionamento.
Qual a remuneração inicial oferecida? Os guardas também terão benefícios? Quais?
Em média R$1.500 é o vencimento básico, mais 50% de risco de vida. Eles têm um regime estatutário, por isso têm alguns benefícios quanto ao decênio, além do sistema de saúde da Prefeitura de Curitiba.  
Como são as progressões na carreira de guarda municipal de Curitiba? Quais critérios serão usados e o tempo entre uma promoção e outra?
Os critérios são no mínimo sete anos como guarda para supervisor, e no mínimo 11 anos para chegar a inspetor. A diferença de remuneração é bem significativa entre ambas as graduações. 
O senhor poderia falar sobre as atividades de um guarda municipal? Como é o dia a dia nessa carreira?
A Guarda de Curitiba já trabalhava fazendo o policiamento do cidadão. Hoje o que está em vigor no Estatuto Geral das Guardas Municipais é essa porção sistêmica da população, e bem como os serviços de instalação de logradouros públicos municipais, onde houve uma ampliação da atuação, onde permite que a Guarda esteja em convênio e também faça seu policiamento no que diz respeito aos postos municipais.  
O que o senhor recomenda aos candidatos que estão se preparando para a seleção? Até sair o edital, eles podem usar o programa do concurso anterior?
O ideal é que eles conheçam bem a Constituição, o Estatuto do Desarmamento, a Lei Maria da Penha e o Estatuto Geral das Guardas Municipais. Além disso, o condicionamento físico normal. Creio que seja interessante estudar pelo edital anterior, pois grande parte que foi cobrada, as disciplinas, geralmente acabam caindo. Por exemplo, a Hidrografia de Curitiba, História do Paraná, são pontos fundamentais que se conheçam. 
A seleção de 2008 teve prova objetiva, teste de aptidão física, investigação de conduta e avaliação psicológica. Essas etapas serão repetidas no concurso deste ano?
Certamente, estão dentro do critério esses procedimentos.
Tem previsão de data para a prova objetiva?
Só depois do edital poderemos ter essa previsão. 
Quais exercícios serão cobrados no teste de aptidão física?
Não sei, mas é mais ou menos a mesma linha dos concursos anteriores. O objetivo é avaliar os critérios de postura e equilíbrio, entre outros. 
Uma mensagem, ou uma dica, a quem deseja ingressar na área?
A calma é que vai trazer o resultado positivo. Muitas pessoas se preparam e na hora da prova acabam tendo "branco" justamente porque ficam nervosas na hora de responder às questões. A calma e a concentração fazem parte da função do guarda e, assim, na prova irão conseguir aprovação.
Fonte: Folha Dirigida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: