Ciclopatrulhas reforçam a segurança em parques de Curitiba.

Quem frequenta alguns dos maiores e mais importantes parques de Curitiba está acostumado a encontrar ciclopatrulhas da Guarda Municipal. Rondas diárias feitas com bicicletas permitem maior agilidade e abrangência nestes locais, que contam com enormes áreas e grande concentração de pessoas. Além dos parques, a ciclopatrulha também está presente em algumas ruas estratégicas da cidade, no Jardim Botânico, Bosque do Papa e no Zoológico.

“As bicicletas nos permitem uma mobilidade maior. Conseguimos cobrir grandes distâncias em menor tempo”, disse o guarda Edson Figueiredo, que há um ano atua na ciclopatrulha do parque General Iberê de Matos, conhecido como Parque do Bacacheri, na região Norte da cidade.

Há 18 anos na corporação, o guarda informou que o objetivo maior da ciclopatrulha é garantir a segurança dos usuários do parque, mas o trabalho da equipe vai além disso. “Nossas rondas são estendidas para fora do parque, nos arredores, e nestes casos as bicicletas nos dão grande mobilidade em relação às viaturas, permitindo utilizar atalhos e trilhas quando é necessário”, disse Figueiredo.

Dentro do parque, a atividade da ciclopatrulha é intensa. “Em fins de semana, chegamos a ter aqui 5 mil visitantes num único dia”, informou. Além de situações relacionadas à segurança e tranquilidade dos visitantes, a Guarda atua como suporte e apoio à população.

“Hoje mesmo já acionamos duas vezes o serviço de emergência do Samu, uma para atender uma ocorrência de queda na pista de caminhada e outra para socorrer um homem que estava correndo e praticando exercícios e passou mal”, contou o guarda.

Para o vendedor de doces que trabalha como ambulante dentro do Parque do Bacacheri, Lázaro Mariano, a presença da ciclo patrulha faz muita diferença. “Eles agem com rapidez e dão muita segurança para nós que estamos aqui”, disse. “Mais de uma vez tivemos que chamá-los e eles sempre garantem a nossa tranquilidade para trabalhar”, comentou.

Ciclopatrulha urbana

Atualmente, a Guarda Municipal de Curitiba conta com 31 bicicletas em atividade. Destas, 12 foram adquiridas na atual gestão e são mais leves e ágeis, dentro de um processo de renovação da frota. As ciclopatrulhas atuam nos parques do Bacacheri, Atuba, São Lourenço, Cambuí e Lago Azul, além do Bosque do Papa, Zoológico e Jardim Botânico.


Dois eixos da cidade são atendidos alternadamente por ciclopatrulhas urbanas. São eles a Avenida Presidente Wenceslau Brás, no bairro Guaíra, e a Rua Toaldo Túlio, em Santa Felicidade, atendida especialmente em períodos de férias quando a cidade tem maior fluxo de turistas. “O objetivo maior das ciclopatrulhas urbanas é aproximar os guardas da população, reforçando o papel de Guarda Cidadã”, explicou o diretor da Guarda Municipal, Cláudio Frederico de Carvalho.

A meta nos bairros é permitir maior interação da corporação com moradores e comerciantes. Aumento na mobilidade e visibilidade, além de maior proximidade com as pessoas, são os grandes benefícios deste modelo de patrulha.

Segundo o diretor da Guarda Municipal, a Guarda Cidadã é uma filosofia de preservação máxima da vida, proposta pela gestão municipal para a área da Defesa Social de Curitiba. “A meta é aproximar cada vez mais a Guarda Municipal da população, priorizando sempre o diálogo”.


Fonte:http://www.pam.curitiba.pr.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: