Guarda Municipal de Curitiba, restabelecendo a ordem pública.


Guarda Municipal 'toca o terror' na Praça do Gaúcho

Depois de muitas reclamações e ligações para a Guarda Municipal por conta do incomodo na Praça do Redentor, conhecida como a “Praça do Gaúcho”, uma mega operação foi feita por lá. Várias equipes da GM cercaram a praça e abordaram cerca de 300 pessoas que ali estavam. Ninguém foi preso, mas todos foram identificados.

Apesar de não ter nenhum detido, o trabalho da GM fez com que duas motos fossem recolhidas por irregularidades e um carro foi multado por estar estacionado em local proibido. Os guardas atuaram no sentido de reprimir os “jacu boys” e também evitar que as disputas de corridas (conhecidas como rachas) continuassem no local.

Segundo o inspetor Claudio Frederico, diretor da Guarda Municipal, as ocorrências de perturbação de sossego estão em primeiro lugar nas ligações feitas para a GM no Centro. “Depois delas vem também atos de vandalismo de modo geral. O que nós vemos, em todos os atendimentos, é que a quantidade de gente é bem grande e ninguém se preocupa com os moradores”, explica.

Álcool e barulho

As reclamações por conta das aglomerações no Centro, próximas ao Largo da Ordem, têm sido frequentes. O álcool vem acompanhado de barulho, muito barulho, que em casa os moradores precisam ficar com as janelas fechadas.

O inspetor contou que cada vez mais os jovens tem se reunido para beber e o som alto incomoda, e muito, quem mora perto desses lugares. “Além disso, já sabemos que as pessoas têm feito rachas e estão, diretamente, colocando suas próprias vidas em risco”.

O monitoramento dessas aglomerações é feito através das câmeras de segurança instaladas na região central. “Mas também temos contado com o apoio dos próprios moradores que, além de chamar a GM, também têm gravado tudo e nos entregam quando chegamos”, contou Frederico.
A GM, inclusive, divulgou nesta segunda um vídeo filmado por um dos moradores. O material mostra a aglomeração de pessoas e muito, mas muito, barulho. O tumulto foi pouco antes da Guarda chegar e abordar todos  que estavam na Praça.

Whatsapp

A tecnologia também tem sido usada em favor da população no centro de Curitiba. O inspetor contou que moradores e comerciantes dos arredores da Praça do Redentor criaram um grupo de whatsapp, onde passam diretamente aos guardas tudo que acontece por lá.
“Dessa forma, facilitamos ainda mais os atendimentos. Porque nem sempre conseguimos chegar exatamente na hora em que somos acionados, mas o que podemos dizer para a população é que conte com a gente”.

A ideia é intensificar
Depois das constantes reclamações, a Guarda Municipal promete se tornar mais presente nas regiões em que o número de reclamações é maior. Entre as principais, além da Praça do Redentor, está também a Praça de Bolso do Ciclista, que fica na Rua São Francisco.
“Vamos intensificar e firmar as atuações, com o sentido de coibir a ingestão exagerada de bebidas alcoólicas, o uso de drogas e a questão da perturbação de sossego com som alto, que é o que mais incomoda os moradores”. A GM também deve usar medidor de decibéis para possíveis multas.

Fonte:http://www.parana-online.com.br/editoria/policia/news/899528/?noticia=GUARDA+MUNICIPAL+TOCA+O+TERROR+NA+PRACA+DO+GAUCHO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: