Curitiba terá central de monitoramento móvel para combater o crack no Centro


A Prefeitura de Curitiba terá um micro-ônibus para monitoramento móvel que será usado para prevenção e controle do uso de crack na região central da cidade. O veículo e outros equipamentos que compõem o kit do programa "Crack é possível vencer" virão para o Município por meio de uma parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública do governo federal.

O processo de transferências dos bens que compõem o kit do programa está em fase de conclusão para então a Prefeitura coloque nas ruas um micro-ônibus com sistema de videomonitoramento composto por seis câmeras, que gerenciarão as imagens de outras 19 já instaladas nas ruas. Também integram esse kit dois automóveis, duas motocicletas, seis capacetes, 50 dispositivos elétrico-incapacitantes e 150 frascos de spray de pimenta. O investimento total por kit é de R$ 1,88 milhão, recurso do Ministério da Justiça.


A região escolhida para a implantação do sistema é o quadrante compreendido entre a Praça Eufrásio Correa, a Rodoferroviária e o Mercado Municipal, o Terminal do Guadalupe e a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). “A escolha do local obedeceu aos critérios do programa nacional, especialmente pelo registro de ocorrências ligadas ao uso de drogas e para cobrir regiões que não contam ainda com o monitoramento por câmeras”, explica o diretor da Guarda Municipal de Curitiba, inspetor Cláudio Frederico de Carvalho. Ele destaca ainda que as ações vão se apoiar nos eixos do fortalecimento da autoridade no local, da prevenção e do tratamento às drogas, de maneira integrada com a Secretaria Municipal de Saúde e a Fundação de Ação Social (FAS).


Para se preparar para as ações do programa, a Guarda Municipal de Curitiba capacitou parte do seu efetivo para atuar na prevenção e combate ao uso de drogas, em especial o crack. O programa “Crack, é possível vencer” destinou três kits de prevenção e combate ao crack para serem utilizados no município de Curitiba, sendo dois pela Polícia Militar e o terceiro, pela Guarda Municipal. As áreas cobertas pela Polícia Militar estão na abrangência das regionais Cajuru e CIC.
Tão logo a secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, autorize a transferência e os documentos cheguem a Curitiba, será possível dar início às ações do programa na região beneficiada.

 


Fonte: SMCS
NIT – Núcleo de Informação e Tecnologia da Guarda Municipal de Curitiba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE, DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concurso para Guarda Municipal de Curitiba, Clique logo abaixo: